segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Despenalização do aborto

3 anos passados sobre a despenalização do aborto, oiço hoje no radio que temos uma média assustadora de 30 abortos por dia. Não estaremos a colocar o aborto como um método contraceptivo?

Quero crer que não mas os dados parecem apontar nesse sentido sobretudo numa população cada vez mais jovem. Isso preocupa-me! Não só pelo acto médico mas pelo facto de que a sexualidade desta geração me parecer iniciar cada vez mais cedo e com menor responsabilidade.




quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Rosa 10


Descobri agora uma reportagem sobre o projecto Sorrir na Educação onde me entrevistam como mentor desta iniciativa.

Tem a apresentação do projecto com algumas entrevistas e no final um video onde podem ver como se passou.




Abraço

Crescer Ser

Nesta edição especial de Educação da revista Crescer em Familia, tive o previlégio de ser um dos entrevistados para a realização desta revista logo com o artigo que faz a sua capa.

"Estímulos para o sucesso escolar:como apoiar nos estudos"

Convido-vos a espreitar, espero que gostem.

Abraço

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Mães do antigamente


Num tempo em que se pensa e repensa a educação das nossas crianças, aqui fica num tom humoristico alguns pontos para reflectir.



Coisas que as mães diziam e faziam... com toda a sabedoria educativa de séculos de aprendizagem entre gerações, funcionou muito bem, será que continua a funcionar?

As mães ensinavam a VALORIZAR O SORRISO...
'Responde lá assim outra vez a ver se não te parto os dentes todos!'

As mães ensinavam a ENDIREITAR.
'Eu corrijo-te nem que seja à pancada!'

As mães ensinavam a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS..
'se querem brincar vão lá para fora, acabei de limpar a casa!'

As mães ensinavam a LÓGICA E HIERARQUIA...
'Sim porque sim, e porque eu digo que é assim e ponto final! Quem é que manda aqui?'

As mães ensinavam o que é MOTIVAÇÃO...
'Continua a chorar que daqui a pouco já te dou umas boas razões para chorar!'

As mães ensinavam a CONTRADIÇÃO...
' Fecha a boca e come!'

As mães ensinavam a ANTECIPAÇÃO...
'Tu vais ver quando o teu pai chegar a casa!'

As mães ensinavam a PACIÊNCIA...
'Deixa-te estar... quando chegares a casa vais ver como te mordem...'

As mães ensinavam a ENFRENTAR OS DESAFIOS...
'Olha para mim! Responde quando te fizer uma pergunta!'

As mães ensinavam o RACIOCÍNIO LÓGICO...
'Sai daí, se caíres aleijas-te e ainda te levas por cima!'

As mães ensinavam a GENÉTICA...
'És mesmo igual ao teu pai!'

As mães ensinavam as RAÍZES...
'Deves pensar que eu ando a roubar carteiras!'

As mães ensinavam a SABEDORIA DE IDADE...
'quando chegares à minha idade logo vais perceber!"

As mães ensinavam a JUSTIÇA...
'Quando tiveres filhos, espero que te fizerem o mesmo que tu fazes que á para veres o que é bom!

As mães ensinavam a RELIGIÃO...
'É melhor rezares para que essa nódoa saia...!'

As mães ensinavam o BEIJO DE ESQUIMÓ...
'Se riescares outra vez esfrego o teu nariz na parede até ficar apagado!

As mães ensinavam o CONTORCIONISMO...
'Olha lá o nojo que está a tua orelha!'

As mães ensinavam a DETERMINAÇÃO...
'Vais ficar aí sentado até comeres tudo que tens no prato!'

As mães ensinavam a SER OBJETIVO...
'Dou-te uma chapada que te endireito duma só vez!'

As mães ensinavam a ESCUTAR ...
'Baixa o som do rádio ou vai ai e tu vais ver...!'

As mães ensinavam a TER GOSTO PELOS ESTUDOS..
'Se for aí e não tiveres isso tudo estudado já sabes...!'

As mães ensinavam os NÚMEROS...
"Vou contar até 10 se o carro não aparecer vais levar uma tareia!

Muitas vezes, em conjunto como com estes ensinamentos aplicavam a PSICOLOGIACHINELO.
Aqueles mais duritos que doem à brava...

Um abraço
Renato Paiva

O rei vai-se reformar

Como será o Mundo sem Larry King? 50 mil entrevistas depois o rei da CNN coloca um ponto final na sua extensa carreira!


Nos últimos 25 anos dedicados às entrevistas, o seu tom de voz, os suspensórios e os óculos foram omnipresentes.


Para se dedicar à familia deixa o seu trono das perguntas sensiveis com que obtinha com respostas surpreendentes.


Era assim Laryy King

E assim acontece



Carlos Pinto Coelho assim se despedia do seu "Acontece". Assim me quero despedir de um Sr. que por nós deixou muita recordação da dedicação que tinha pela cultura do seu país. País esse que pouco a valoriza cometendo um crime tremendo quando retiraram do ar, por alegada falta de verba, um programa de promoção de portugal, para portugueses.

Sentiremos a falta da tua luta.

Recordarei com saudade o timbre da tua voz

Um abraço


domingo, 12 de dezembro de 2010

E a Jéssica não abre jornais!


O que me parece interessante colocar hoje aqui neste meu espaço, é uma questão que me tem incomodado em inúmeras situações semelhantes. O desprestigio do esforço internacional português.

A atleta Jéssica Augusto foi hoje campeã europeia de corta mato. Um título para o atletismo português. Mais um! Talvez na modalidade que mais títulos dá ao nosso país.

O que será necessário para que estes feitos consigam ter lugar de destaque na imprensa? Telejornais têm sempre muitas coisas importantes para noticiar, nem vale a pena dar exemplos pois quem me lê percebe certamente a urgência dessas mesmas notícias!

Amanhã vou comprar o jornal, um qualquer, parece-me que certamente o resultado do benfica-braga terá maior destaque!

Tenho esta angustia que me apoquenta sempre que algum feito que não seja criado pelo futebol, em termos desportivos, tenha menos destaque, menos importancia mas sobretudo menos reconhecimento que qualquer jogo de futebol ou qualquer declaração dos principais presidentes ou treinadores dos clubes de..., pois de futebol.


sábado, 11 de dezembro de 2010

Um contributo social e cultural com 102 anos



Faz hoje 102 anos o nosso maior realizador de semrpe, assim como o mais velho realizador no activo no mundo.





Manuel de Oliveira está hoje de parabéns, não só pelo que fez pela cultura portuguesa, mas por ter superado com tamanha lucidez a barreira dos 100 anos!





Um abraço de admiração, com um desejo de pelo menos durar o mesmo!



quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A Vida faz-me bem!


Num recente concerto do Rui Veloso, no final quando todo o público aplaude de pé a pedir mais, uma frase do Rui não me saiu da memória. Dizia "Isto é muita emoção carago!".

Foi o mesmo sentimento que me preencheu todo o meu eu ontem. Foi mesmo muita emoção carago!

23 Novembro, dia do aparecimento público da Dora, a mascote do projecto Sorrir na Educação.

Um momento que ficou registado em vídeo, em memória, mas sobretudo no coração de quem teve a oportunidade de presenciar aquele belo espectáculo.

É-me dificil expressar o que sinto! Os "obrigados" são muitos!

Uma causa que contou com muitos apoios de figuras públicas da nossa sociedade civil e que quiseram dizer sim! Juntaram-se a nós, estiveram connosco e partilharam muito de si.

Para que me consigam compreender melhor vou descrever um pouco:

A chegada ao São Luiz Teatro Municipal, a quem agradecemos a ajuda imprescindível, previa uma azáfama de entretantos e de confirmações pela frente. Nervos não eram muitos, era sobretudo a ansiedade, não de correr bem, mas de não nos termos equivocado ou esquecido de algo que se revelasse importante!

Pelas 15h iniciaram os ensaios. A coreógrafa Rita Galo ultimava os últimos detalhes de uma dança com que nos brindou, magnificamente, no final do espectáculo. É aqui que começamos a sentir que não. Não nos esquecemos, não nos equivocamos e que o momento será memorável.

A Paula Teixeira foi quem ensaiou logo de seguida. Foi a primeira vez que presenciei uma actuação da Paula e fiquei contagiado! A melodia é lindíssima! Mas o conteúdo das suas letras é soberbo.

A Natália Juskiewicz foi quem se seguiu. Entre os muitos arrepios que senti (e foram muitos durante o dia) foi quando ouvi tocar o fado "Com que vóz" ao Violino que o meu espanto veio ao de cima! Na gala em si, o momento de maior silêncio, de maior admiração foi quando a Natália iniciou magnificamente a sua actuação. Em cd já tinha ouvido mas ao vivo só quem sente! Mesmo assim convido-vos a conhecer este trabalho em http://nataliajuskiewicz.com/

Após o ensaio da Natália e continuando com o fado foi o Marco Oliveira que nos brindou com o seu fado. Dois temas lindíssimos com uma notável interpretação.

Depois chegamos ao céu! Os Anjos Nélson e Sérgio juntaram-se a nós para ensaiar. A sua simpatia, descontração foi contagiante. A sua actuação foi brilhante e, de entre muitas excelentes frases que se proferiram ontem (daquelas que vão para os nossos livrinhos de citações a não esquecer!) a música "A vida faz-me bem!" foi a que escolhi para dar título a este post. A vida faz-me bem!

O Joao Pedro Pais que ensaiou de seguida também nos brindou com uma actuação magistral, cheia de improviso em que fugimos ao registo habitual das rádios para um ambiente mais intimista, sentido e partilhado com todos.

A Rita Guerra finalizou os ensaios mas inaugurou as actuações. Para além da sua postura e modo de ser com que nos abraçou, a sua interpretação, a solo, ao piano com uma voz que nos fica eternamente nos tímpanos foi também memorável.

A descontração do Francisco Menezes e do Serafim suscitou muita alegria, sorrisos mas muitas gargalhadas na plateia! Foi também memorável a actuação da voz, perdão, das vozes! do Francisco que nos fez saltar da cadeira a gargalhar com as suas piadas musicadas.

O Serafim, esse nosso amigo alentejano, que nos conquistou pela pronuncia, pelas graçolas, mas também do modo sério com que transmitiu várias mensagens, sempre a brincar!

Esta gala que teve também um conjunto de figuras públicas que apadrinharam os projectos e deram-lhes maior ênfase. Era para eles esta gala!

Tivemos entre nós o pediatra Mário Cordeiro, o dentista Paulo Maló, o psicólogo Paulo Sargento, os escritores Marta Gautier e José Luís Peixoto, o chef. Henrique Sá Pessoa, a actriz Mafalda Teixeira, o guitarrista Zé Pedro e o piloto Carlos Sousa e as coreógrafas Rita Galo e Paula Careto.

Foram várias as áreas da sociedade civil que estiveram representadas e que abraçaram este projecto. A sua presença foi marcante, cativante e as suas mensagens nas entregas de mérito foi comovente. Ao João Reis, que nos presenteou com a sua simpatia, educação, reconhecimento e empenho!

A simpatia e o agradecimento dos responsáveis das respectivas causas a quem, com muito gosto, reconhecemos mérito no seu trabalho desenvolvido, foi também revelador que estes projectos merecem estes holofotes sociais. Um bem hajam por terem estar presentes e por terem engrandecido este projecto.

A minha querida Fernanda Freitas foi brilhante. Não tenho palavras para agradecer a sua presença, o seu apoio, a sua dedicação, o seu profissionalismo. É para além de tudo uma amiga com quem é muito agradável conversar e estar. Foi sem dúvida um bem estar pela sua envolvência.

Não me posso esquecer dos não visíveis! Da equipa de vídeo liderada pelo Hugo Sousa, da fotografia liderada pela Adriana, dos patrocínios pela Ana Reis, pelo Catering pela Ana Correia, do apoio logístico à Sónia e à Neide Urbano, da "jornalista" improvisada e relações públicas Carla Costa, da assessoria de imprensa Joana Pinto, da equipa do teatro com o Nuno e Zé "grande" encabeçando ua equipa fantástica.

Não me esqueço do design pela Susana Santinho. Essa verdadeira heroína deste projecto. O que iniciou por ser um telefonema em setembro a solicitar a realização de um logotipo, a uma pessoa que não conhecia, culminou com uma amizade. O seu envolvimento, a sua dedicação, a sua mobilização fez andar muito este projecto naquilo que hoje já é! A criadora da Dora merece todo o nosso apreço e todo o nosso reconhecimento.

Por tudo isto o nosso OBRIGADO!

A vida faz-me bem!

Quem me conhece já sabe que me despeço com,


aquele abraço


Renato Paiva & Dora

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Sorrir na Educação




A Dora já começa a ser conhecida entre nós.






A mascote do "Sorrir na Educação, o projecto social da Clínica da Educação tem tido o previlégio de conhecer e ser acariciada por inumeros famosos que se juntaram a esta causa.









A Carla Salgueiro









A Fernanda Freitas














A Marta Faial











A Merche e Óscar Romero










A Raquel Henriques







Vejam os spots que gravaram connosco também wm www.sorrirnaeducacao.com
Participem!
Um abraço a todos

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

É muita emoção!!



Os últimos dias têm sido muito entusiasmantes. O descanso tem sido pouco mas as emoções têm-me preenchido o meu eu.

São diversas as fontes desta minha motivação e no querer continuar com o que até aqui tenho feito. Estou rodeado de pessoas fantásticas a quem devo muito! Nunca terei dinheiro suficiente para lhes pagar. Serei um eterno calinas monetário. Mas retribuo imenso em amizade.

Quem a recebe sente que é com prazer!


Hoje é um dia especial

Um abraço a todos

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Selecção Nacional Vs Jogos Olimpicos

Será a selecção um orgulho desportivo?

Na maioria dos casos o que transparece para a opinião publica é que os atletas vão à selecção em busca de visibilidade e de alguns trocos a mais. Fico comovido com a atitude de alguns atletas que vejo representarem o meu país.

Os lobos que me arrepiam ao cantarem o hino como se não houvesse amanhã! E mais recentemente nos europeus de atletismo dois representantes da marcha. Um atleta que chegou ao fim já com uma idade avançada mas com um espírito de sacrifício notável.

(Será que se perdeu esse espírito desportivo nos atletas de futebol? 38 anos já não dará para correr e ainda jogar num clube com menores ambições ou mesmo a nível amador? Parece-me que dá mas já não dá uma outra coisa, dinheiro.)

Mas voltando à marcha comoveu-me ver um atleta do norte, António Pereira, que também não aparentava novo, com um desanimo e uma desilusão inerente a quem teve de desistir a meio da prova. O seu discurso foi comovente em que se marcam diferenças de postura. Deste António ouvi algo do tipo " senti que fui uma vergonha para o grupo e o pior atleta por ter de desistir". Nos jogos olímpicos ouvi algo como"Acho que estou bem é na caminha..."

Um atleta deverá ser bom desportivamente, mas deverá ser ainda melhor como cidadão responsável, ainda para mais quando representa um país.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Hoje deixou-nos um Sr. Os ingleses têm aquele snobismo do Sir. Figuras importantes lá da sua terra. Na minha terra António Feio também tinha essa distinção. Era um SENHOR que admirava pela sua entrega ás causas e pelo modo como enfrentava as adversidades.

Lembro que iniciei o meu olhar mais atento desde o personagem Jonny Bigodes num progama dos inicios da SIC. Ai os Homems. O progama valia por uma personagem bem disposta e com umas graçolas bem metidas. Lembro que empregava um piropo que pegou moda nos meus tempos de "puto". Ai Carapau!

Recordarei com saudade as peças que vi onde o actor António Feio nos proporcionava bons momentos de excelente humor.

Irei sentir falta.

Aquele abraço

Renato Paiva

terça-feira, 27 de julho de 2010

Adolescência




Trabalho directamente com crianças mas sobretudo com adolescentes. É uma fase do desenvolvimento que me fascina. O CAP vorganizou um encontro que ocorrerá em Outubro que me parece de extrema utilidade para quem ontacta com esta fase da idade do armário (como muitos lhe chamam).




Os oradores são todos eles muito apelativos e os temas bastante sugestivos. Estou particularmente ansioso pela comunicação do Dr. Coimbra de Matos. Mas estarei atento a todas elas. Gosto de aprender e estes momentos mais descontraídos são dos meus preferidos. Fazem-me pensar e reflectir sobre as coisas.




Saio destes encontros mais rico e melhor pensador.


Convido-vos a sentirem o mesmo.




Participem.




segunda-feira, 26 de julho de 2010

Dia dos avós




Comemora-se hoje o dia dos avós. No meu caso particular será apenas o dia da Leta. A única que ainda resiste ao tempo com toda a sabedoria e uma vida que me comove pela simplicidade, pelos valores, pelo esforço, mas sobretudo pelo amor incondicional com que sempre me recebe.




Não é hoje que me lembro dela. São vários os dias em que o meu modo de ser e estar reflecte a sua postura, a sua dedicação, o seu esfoço para o trabalho. É uma avó presente e persistente que me enche de orgulho. Uma vida de causas, e eu fui e sou uma delas e sinto um extremo orgulho nisso. Não tive oportunidade de conhecer o seu marido, meu avô, falecido infelismente muito cedo. É alguém que desejaria conhecer. Pelo que me contam seria um homem fantástico. Só podia para ter a "bençam" da Celeste.




Os meus avós paternos faleceram recentemente. Deixam saudade a peculiaridade do seu modo de ser.



Aos meus avós.


Aquele abraço apertado.


Renato Paiva

domingo, 25 de julho de 2010

As Férias proporcionam outras experiências de Vida para as crianças



As férias escolares constituem uma pausa no ritmo acelerado de aquisição de informação e conhecimentos. É familiar a todos os jovens alunos ter que simultaneamente estudar para os testes, fazer os TPC’s e trabalhos de grupo, entre todas as restantes responsabilidades.

As crianças não têm tempo para viver a infância e brincar, sofrendo pressões para as quais ainda não estão preparadas e que podem desencadear stress. Cada vez há menos espaço para a leitura, para o sonho, para a música, para a dança, para o teatro, para a arte e para simplesmente brincar e fantasiar.

As pausas lectivas são um período de descanso e de lazer mas também de novas experiências, sendo importante que as crianças realizem actividades que lhes permitam desenvolver as suas competências sociais, artísticas e desportivas, que estimulem a sua criatividade, que aumentem a sua auto-estima e autonomia. “O brincar” ajuda a desenvolver a noção espacial e corporal, a capacidade de solucionar problemas, a imaginação, entre tantas outras competências essenciais para um desenvolvimento cognitivo saudável.

Existem inúmeras actividades que estimulam as crianças, as com movimento, por exemplo, ajudam à oxigenação do cérebro provocando bem estar físico e psicológico, para além disso, quando o jovem pratica actividades com movimento faz representações mentais, sendo estas fundamentais para a organização do raciocínio e construção do conhecimento.

É compensador apostar em actividades desportivas e culturais, divertidas e ao mesmo tempo pedagógicas no período das férias escolares, oferecendo outras vivências para além da rotina diária, estímulos para que a criança possa conhecer mais proporcionando-lhe desafios cognitivos e novas “oportunidades de vida”.

É importante que a criança tenha a liberdade de explorar, de conhecer, de experimentar novos desafios, de partir à aventura com novos amigos e até eventualmente descobrir a sua vocação.

Equipa CLÍNICA DA EDUCAÇÃO

www.clinicadaeducacao.com

Av. 5 de Outubro 151 6ºA. Lisboa

terça-feira, 20 de julho de 2010

simplesmente imagine

Imagine... uma lendária música de uma voz inconfundível e memorável.

Mas por alguma razão esta versão fez-me mais sentido. Não esquecerei o ritmo com que este coro me fez arrepiar.


video

terça-feira, 13 de julho de 2010

Estou um pensador mais pobre...


Desde ontem que estou mais pobre. Deixei de poder contar com uma rádio que, para além de me divertir e informar, me fazia pensar.
Eram vários os programas que ouvia com agrado durante as minhas inumeras viágens diárias a várias alturas do dia.
Os timbres já eram familiares e reconhecia facilmente o Aurélio, a Teresa, o Fernando e muitos outros.
Espero que seja possível retomar o projecto que espero não vivenciar o seu luto, mas sim uma pequena ausência.
Um abraço ao pessoal do Rádio Clube Português.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Você sabia?




Aqui fica um outro video que nos faz pensar. Estamos a vivenciar uma mudança global extremamente rápida.

O mundo tende a tornar-se plano.

Veja, certamente que o irá colocar a reflectir sobre muita coisa...



terça-feira, 29 de junho de 2010

A visibilidade da internet

Mais um vídeo que merece a minha divulgação. Nesta era digital da web2.0 onde os cibernautas podem criar páginas ou conteúdos, tudo que lá seja colocado é visiver por todos, mesmo todos. Mesmo em ambientes mais privados ninguém está livre de um qualquer "amigo" as replicar em ambiente público.


Vale a pena ver e pensar nisto.


Aqui fica este importantíssimo conselho para os jovens utilizadores da internet.


segunda-feira, 14 de junho de 2010


Deixo-vos um novo vídeo que também merece a minha divulgação. Nem sempre o que parece é e não devemos estereotipar nem rotular sem conhecer. As aparencias iludem e este video tem uma agradável surpresa no final. Seria isto que esperava?

veja o video aqui



sexta-feira, 11 de junho de 2010

Incondicionalmente - Dar e Receber


Vi este vídeo e quis de imediato partilha-lo convosco. É delicioso. E realmente dar e receber tem de ser incodicional e vitalício.

Uma curta-metragem de Constantin Pilavios. Impressionante e reveladora das relações familiares. A ver até ao final. Para reflectir.

Vale a pena ver e divulgar.


Carregar na imagem para ver o vídeo.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Aumenta consumo de estimulantes pelos jovens alunos


Saiu hoje uma notícia no DN que me preocupa. Na noticia dizia "Jovens recorrem a suplementos ou mesmo a medicamentos da família das anfetaminas para estudar melhor."


É interessante pensar sobre isto. Será que se eu for á farmácia comprar uns comprimidos para o "estudo" serei mlhor estudante? Dentro da notícia falam vários especialistas mas a Drª Helena Coelho tem uma afirmação curiosa, diz que se "consome de tudo menos bom senso".


Estes estudantes que recorrem a suplementos anfetamínicos ( a não ser por recomendação médica por déficit de atenção) apenas revelam uma situação de fragilidade e insegurança que têm dificuldade em controlar. A ansiedade por não estar bem preparado leva muitas crianças recorrerem a uma medicação, que muitas vezes apenas tem efeito placebo.


Será que os bons estudantes necessitam de suplementos médicos para se tornarem melhores? Não seria mais indicado a estes estudantes que de forma mais regular, mais consistente, mais organizada, mais metódica, simplesmente estudassem?


O que se assite é uma realidade em que os estudantes têm uma preparação muito deficitária. Ainda recorrem a estrategias de memorização mas muito pouco de compreensão ou aprendizagem.


Enquanto não houverem medicamentos para métodos de estudo eficázes os nossos estudantes continuarão como estão. À rasca, aflitos, ansiosos, preocupados,...


A grande maioria é assim, mas agrada-me ver um conjunto de crianças do que considero "estudantes", que se dedicam e se empenham durante todo o seu percurso e não apenas nas épocas de exame.


quarta-feira, 2 de junho de 2010

Dia Mundial da Criança


Ontem foi um dia especial para toda a pequenada. Foi o dia deles. Um dia em que geralmente fazem coisas diferentes. Uma delas é ser criança! É que parece que nos outros dias os "putos" deixam de ser crianças para serem trabalhadores a tempo inteiro, sobrecarregados com tarefas, actividades, trabalhos,...


É preciso brincar.É preciso aproveitar o ser criança!
Não dá vontade?

terça-feira, 25 de maio de 2010



Ontem estive no Programa da Fernanda Freitas conjuntamente com a Drª Silvia Correia, Nuno Crato e Paulo Feytor Pinto num programa a falar sobre os "segredos das boas notas".

“Sempre tirei boas notas no ensino secundário, mas agora na universidade…” ou “É muita matéria, nem sei o que seleccionar para o exame”. Estes dois cenários são comuns aos milhares estudantes que começam agora a ser avaliados por via de exames, frequências ou testes. A maior parte tem dificuldade em seleccionar a matéria que é mais importante e tantos outros simplesmente não têm métodos de estudo. As questões hoje são: É preciso estudar ou “marrar” muito antes dos exames e estar noites em claro a estudar para ter boas notas? Ter boas notas na universidade é sinónimo de garantia de entrada no mercado de trabalho? Por que precisam uns de estudar e outros nem tocam nos apontamentos?

Poderão ver o programa aqui

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Por vezes fico incrédulo. Vi numa notícia que o Sr. Belmiro afirmou “Quando o povo tem fome, tem o direito de roubar”. Espero que este comentário se refira à genorosidade do milionário referindo-se que poderiam roubar com o seu concentimento, mas no hipermercado Continente de que é proprietário. Se assim for, Belmiro está de parabéns!

No próximo dia 6 de Junho, haverá um "apagão" de utilizadores no Facebook, que está a ser publicitado via FacebookProtest.com e servirá para protestar contra as recentes mudanças. "A nossa privacidade não é um privilégio e não está à venda!", escrevem os organizadores do protesto, que até agora tem 1212 seguidores no Twitter e 1237 fãs no... Facebook.

A iniciativa é algo bizarra, até porque o Facebook é apenas uma rede social e só lá está quem quer. Mas a sua influência tem sido tão grande no último par de anos que cada vez que a empresa faz alguma mudança há pessoas a irem para a rua protestar. Não terão mais nada que fazer? Não poderiam simplesmente apagar as suas contas ou nem as criar?

No entanto, a questão mantém-se: quando é que a parte social da rede é mais importante que a privacidade?



terça-feira, 11 de maio de 2010



O Papa chegou. O barulho dos nossos velozes caças a patrulharem o nosso espaço aéreo, anunciam que a figura mais importante da igreja de 90% dos portugueses já chegou a Portugal.
Muito se tem discutido ultimamente sobre a igreja, sobre as despesas que o santo padre engloba para Portugal, dará Lucro? Prejuizo? também teho ouvido discussões interessantes nesse sentido.
Acho que a vinda de alguém que arrasta multidões seja um benefício para o nosso país. Isto porque mesmo que seja uma despesa avultada, o protagonismo externo, a visibilidade do nosso país no mundo é altamente compensadora. Qual campanha publicitária a Portugal consegue o mesmo efeito de visibilidade? E quanto custaria?
Sejam quais forem as religiões sempre soubemos bem receber. Apenas a força de 90% da população portuguesa consegue milagres como tolerâncias de ponte.
Bem vindo
Renato Paiva

segunda-feira, 10 de maio de 2010

É um músico de eleição e também, como já se sabia, também é um ser humano de causas. Foi com agrado que soube que o músico inglês Sting, vai participar num concerto para a fundação “learning for Life” no México. A sua causa é um alerta à Educação, num espectáculo com o objectivo de recolha de fundos para a melhoria de condições de educação em diversos países do Mundo. O cantor chama a atenção mundial para a importância do trabalho dos professores. Um trabalho meretório quem tem vindo a ser descredibilizado ao longo do tempo. Quem não recorda com saudade aquele professor que nos soube tocar a sua música e que nos fez decorar o seu refrão? São esses professores que moram no meu coração, no seu e no de todos que passaram pelo encanto da escola, pela magia de aprender. Obrigado professores!

Renato Paiva

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Motivo de satisfação

Ainda temos alguns motivos de orgulho no nosso rectângulo solarengo.

Felizmente!

Segundo a Organização Save The Children, o nosso país ocupa o 19º lugar dos melhores países para as mulheres serem mães. Certamente que mesmo estando em primeiro quereriamos sempre mais, e mais, e mais... Mas agrada-me o facto de termos preocupações para com as mulheres que nos permitam divulgar estes dados com satisfação.



quinta-feira, 6 de maio de 2010

Portal Ajudas,com






Conheci pessoalmente a simpatia e a história de vida da fundadora do Portal www.ajudas.com. É Portal informativo português que

surgiu para colmatar uma lacuna existente na área de reabilitação e suporte à deficiência e tem como objectivo providenciar uma ponte

entre quem precisa de respostas e quem as pode ter.

Apesar de existente, a informação sobre serviços, produtos ou avanços médico-terapeuticos, encontra-se demasiado dispersa e muitas das vezes assume um formato
pouco adequado a quem de repente se vê na necessidade de saber mais sobre o seu problema, formas de apoio ou estruturas de suporte existentes.

O portal ajudas.com é dirigido ao leigo que só agora travou conhecimento com esta temática, assim como ao profissional que pretende manter-se informado
sobre as novas técnicas, produtos e serviços.

Conheçam em www.ajudas.com

Renato Paiva

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Dormir Tranquilo - Um livro do amigo Mário



Temos mais um livro que me merece atenção. Não só por ser de um amigo pessoal que aqui felicito, mas pela utilidade do tema que tanto sono tira aos pais nos primeiros anos de vida.
São situações muitas vezes angustiantes sem saber como reagir, o que fazer quando o choro não para e a importância do sono para toda a vida.
Parabéns Mário, um abraço
Renato Paiva

terça-feira, 4 de maio de 2010

Feira do Livro - Happy hour


A Feira do Livro de Lisboa já arrancou e com uma novidade que promete trazer boas compras. Descontos de 50% em livros, de segunda a quinta-feira entre as 22:30 e 23:30, é uma das novidades da 80.ª Feira do Livro de Lisboa no Parque Eduardo VII.

Esta iniciativa, denominada "Hora H", permite comprar por metade do preço livros que tenham mantido o preço fixo durante os últimos 18 meses.

A feira deste ano é composta por 236 pavilhões, incluindo 16 diferenciados do grupo LeYa.

A Feira abre de segunda a sexta-feira às 12:30 e encerrará às 23:30. Aos sábados, domingos e feriados abre às 11:00 e encerra às 23:30.

A abertura à hora do almoço, iniciada o ano passado, "foi um boa aposta" que se repete este ano, pois "traz novos públicos", defendeu Paulo Teixeira Pinto.

Todos os dias, às 21:30, haverá música ao vivo num palco instalado na parte sul do Parque, frente à Rotunda. Stonebones & Bad Spaghetti abrem sexta-feira o cartaz, que inclui música brasileira, jazz e música clássica.

As manhãs de domingo serão dedicadas ao público infanto-juvenil.


Renato Paiva

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Youtube infantil



Tive conhecimento deste site que me parece muito interessante divulgar. Está numa fase inicial de desenvolvimento e anda só existe em inglês, no entanto parece-me uma excelente ideia para que, alguém com dedicação, o torne português também.



O Kideo Player (http://www.kideoplayer.com/) é o YouTube dos pequeninos. Este site transmite uma selecção de vídeos destinados às crianças, com carácter lúdico e didáctico. Aqui podem encontrar desenhos animados, jogos e música... Todos os videos são escolhidos com critério o que salvaguarda os encarregados de educação. Para mudar de vídeo basta carregar na tecla de espaços, o que facilita a operacionalização por parte das crianças mais pequenas.




Numa altura em que o youtube é o site da "moda" e atrai a atenção dos mais pequenos, levando-os por vezes, através clicks sucessivos e intuitivos, a videos que já não são apropriados para a sua idade.



Aqui fica esta dica.




Renato Paiva

quinta-feira, 29 de abril de 2010

O caminho da Leitura

Aprender a ler, e gostar de ler, não acontece por acaso. Para se tornarem leitores, as crianças precisam de ter experiências ricas com a língua desde a mais tenra idade.

Quando o pai/mãe ou um adulto fala, canta, lê, como uma brincadeira, para um bebé, criança, está a colocar a um dos alicerces fundamentais para «nascer» um leitor.

Ideias importantes para a leitura, pensando sempre, que hábitos que se adquirem na mais tenra idade, tendem a perdurar ao longo da nossa vida.

• Os bebés ouvem o som da voz e começam a atentar imitar as suas palavras;
• Em poucos meses de vida, os bebés começam a associar o sentido de palavras e usá-las, uma de cada vez (holofrase - em que uma palavra tem o sentido de uma frase. Por exemplo a criança diz água, significando que quer beber água ).

• Durante os próximos dois anos as crianças começam a construir e comunicar com frases. É nesta altura que o vocabulário da criança sofre um “up-grade” pois cresce exponencialmente estando ligado às experiências que as crianças vivenciam. Por isso, é importante que as crianças participem em conversas, não tendo a preocupação sobre o vocabulário que utiliza nas mesmas. Isto, porque as palavras ou expressões que sejam novidade para a criança serão motivo de interesse, só tendo que as explicar. E verá que rapidamente a crianças começara a utilizá-las no que quotidiano.

• Quando ler em voz alta, aponte (com o seu dedo) para onde está a ler. Desta forma, está a mostrar-lhes a forma de escrever o que está a verbalizar associando de forma intuitiva a associação fonema / grafema. E permitirá que a criança comece , em contextos informais, a construir um interesse e motivação para a leitura e escrita.

• Em pouco tempo, as crianças podem nomear as letras do alfabeto e reconhecer a sua verbalização com associação fonema / grafema. O processo de imitação da escrita do nome ou mensagens a fingir são formas de fortalecer esta capacidade de associação fundamental, de forma divertida lúdica e sem qualquer tipo de formalismo na aprendizagem, quando chegarem ao 1º ciclo é esse o tempo ideal para a aprendizagem formal da leitura e escrita.

Mantenha as crianças no caminho para a leitura.Elas precisam ser expostas a um vasto vocabulário, frases complexas e experiências que constroem uma compreensão mais ampla do seu mundo.
Renato Paiva

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Estratégias para Melhorar Habilidades de leitura


A leitura é uma competência muito importante para o desempenho académico, ser um bom leitor é um contributo fundamental. Os pais conhecem bem os seus filhos e podem fomentar tempos dedicados que os consuzam ao sucesso na leitura. Enumerarei de seguida algumas estratégias para ajudar os leitores e seus filhos a tornem-se mais eficazes.


Reserve um tempo regular para ler aos seus filhos todos os dias.
Estudos mostram que, o acto de ler regularmente em voz alta para as crianças, produzirá ganhos significativos na compreensão de leitura, vocabulário e na descodificação de palavras. Sejam crianças ou pré-adolescentes, esta actividade irá aumentar a sua vontade de ler de forma autónoma e independente.


Envolva os seus filhos com material de leitura.
As crianças com uma grande variedade de materiais de leitura nos seus contextos, conseguem melhores resultados. Seduza os seus filhos a ler possuindo uma grande oferta de livros e revistas, apelando à sua actividade leitora. Distribua os livros e revistas pelos quartos, casas de banho, salas de estar, estantes, mesinhas de cabeceira ou até mesmo em cima da TV.


Tenha um tempo de leitura em família.
Estabelecer um tempo 15 a 30 minutos por dia para a família ler em silêncio. Os seus exemplos irão inspirar os seus filhos a ler. Apenas 15 minutos de prática diária é suficiente para aumentar a sua fluência de leitura.


Incentive uma grande variedade de actividades de leitura.
Faça da leitura uma parte integrante da vida dos seus filhos. Peça-lhes para ler menus, sinais de trânsito, as regras dos jogos, as legendas de filmes, a programação da televisão, entre outras informações práticas quotidianas. Recomende que possam ter sempre algo para ler nos seus tempos livres, seja enquanto esperam, viajam ou em tempos menos ocupados do seu dia-a-dia.


Crie o hábito de ir à biblioteca.
Seduza os seus filhos a ler mais, leve-os à biblioteca com regularidade para obter novos materiais de leitura. A biblioteca também oferece programas de leitura para crianças de todas as idades que podem ser um óptimo recurso para seus filhos e aumentar ainda mais o seu interesse na leitura.


Seja informado sobre o progresso dos seus filhos.
Acompanhe o progresso dos seus filhos na aquisição de competências básicas de leitura. Converse com os professores, esclareça-se com eles, peça-lhes conselhos, tire as suas dúvidas. Desde modo será mais coerente entre as suas expectativas e o que realmente os seus filhos poderão corresponder.


Esteja atento a problemas de leitura.
Os professores nem sempre detectam as dificuldades de leitura nos seus alunos até que se tornem graves. Esteja atento e teste se os seus filhos conseguem ler palavras fora do seu léxico habitual e se identificam palavras desconhecidas. Certifique-se que identificam o que lêem.


Em casos de dificuldades de leitura procure rapidamente ajuda.
Problemas de leitura não desaparecem ou atenuam com o tempo. Quanto mais cedo as crianças receberem ajuda, maiores garantias terá que se tornem bons leitores. Certifique-se que os seus filhos recebem a ajuda necessária dos professores ou especialistas na aprendizagem, desde o momento em que se depare com esse problema.


Diversifique as estratégias para ajudar os seus filhos.
Para ajudar os seus filhos a melhorar a sua leitura, pode utilizar livros, programas de computador, cartões de leitura entre outros materiais disponíveis e acessíveis em lojas. Os jogos são especialmente boas escolhas, porque envolvem diversão e a vertente lúdica enquanto trabalham as suas habilidades.


Mostre entusiasmo pela leitura de seus filhos.
O seu comportamento é condicionante e de grande influência sobre o quanto os seus filhos se vão esforçar para se tornarem bons leitores. Certifique-se de lhes atribui um louvor genuíno por seus esforços. Acredite nos seus sucessos, valorize os progressos, ajude nas dificuldades, mostre-lhes o entusiasmo da leitura!


Renato Paiva