quinta-feira, 29 de julho de 2010

Hoje deixou-nos um Sr. Os ingleses têm aquele snobismo do Sir. Figuras importantes lá da sua terra. Na minha terra António Feio também tinha essa distinção. Era um SENHOR que admirava pela sua entrega ás causas e pelo modo como enfrentava as adversidades.

Lembro que iniciei o meu olhar mais atento desde o personagem Jonny Bigodes num progama dos inicios da SIC. Ai os Homems. O progama valia por uma personagem bem disposta e com umas graçolas bem metidas. Lembro que empregava um piropo que pegou moda nos meus tempos de "puto". Ai Carapau!

Recordarei com saudade as peças que vi onde o actor António Feio nos proporcionava bons momentos de excelente humor.

Irei sentir falta.

Aquele abraço

Renato Paiva

terça-feira, 27 de julho de 2010

Adolescência




Trabalho directamente com crianças mas sobretudo com adolescentes. É uma fase do desenvolvimento que me fascina. O CAP vorganizou um encontro que ocorrerá em Outubro que me parece de extrema utilidade para quem ontacta com esta fase da idade do armário (como muitos lhe chamam).




Os oradores são todos eles muito apelativos e os temas bastante sugestivos. Estou particularmente ansioso pela comunicação do Dr. Coimbra de Matos. Mas estarei atento a todas elas. Gosto de aprender e estes momentos mais descontraídos são dos meus preferidos. Fazem-me pensar e reflectir sobre as coisas.




Saio destes encontros mais rico e melhor pensador.


Convido-vos a sentirem o mesmo.




Participem.




segunda-feira, 26 de julho de 2010

Dia dos avós




Comemora-se hoje o dia dos avós. No meu caso particular será apenas o dia da Leta. A única que ainda resiste ao tempo com toda a sabedoria e uma vida que me comove pela simplicidade, pelos valores, pelo esforço, mas sobretudo pelo amor incondicional com que sempre me recebe.




Não é hoje que me lembro dela. São vários os dias em que o meu modo de ser e estar reflecte a sua postura, a sua dedicação, o seu esfoço para o trabalho. É uma avó presente e persistente que me enche de orgulho. Uma vida de causas, e eu fui e sou uma delas e sinto um extremo orgulho nisso. Não tive oportunidade de conhecer o seu marido, meu avô, falecido infelismente muito cedo. É alguém que desejaria conhecer. Pelo que me contam seria um homem fantástico. Só podia para ter a "bençam" da Celeste.




Os meus avós paternos faleceram recentemente. Deixam saudade a peculiaridade do seu modo de ser.



Aos meus avós.


Aquele abraço apertado.


Renato Paiva

domingo, 25 de julho de 2010

As Férias proporcionam outras experiências de Vida para as crianças



As férias escolares constituem uma pausa no ritmo acelerado de aquisição de informação e conhecimentos. É familiar a todos os jovens alunos ter que simultaneamente estudar para os testes, fazer os TPC’s e trabalhos de grupo, entre todas as restantes responsabilidades.

As crianças não têm tempo para viver a infância e brincar, sofrendo pressões para as quais ainda não estão preparadas e que podem desencadear stress. Cada vez há menos espaço para a leitura, para o sonho, para a música, para a dança, para o teatro, para a arte e para simplesmente brincar e fantasiar.

As pausas lectivas são um período de descanso e de lazer mas também de novas experiências, sendo importante que as crianças realizem actividades que lhes permitam desenvolver as suas competências sociais, artísticas e desportivas, que estimulem a sua criatividade, que aumentem a sua auto-estima e autonomia. “O brincar” ajuda a desenvolver a noção espacial e corporal, a capacidade de solucionar problemas, a imaginação, entre tantas outras competências essenciais para um desenvolvimento cognitivo saudável.

Existem inúmeras actividades que estimulam as crianças, as com movimento, por exemplo, ajudam à oxigenação do cérebro provocando bem estar físico e psicológico, para além disso, quando o jovem pratica actividades com movimento faz representações mentais, sendo estas fundamentais para a organização do raciocínio e construção do conhecimento.

É compensador apostar em actividades desportivas e culturais, divertidas e ao mesmo tempo pedagógicas no período das férias escolares, oferecendo outras vivências para além da rotina diária, estímulos para que a criança possa conhecer mais proporcionando-lhe desafios cognitivos e novas “oportunidades de vida”.

É importante que a criança tenha a liberdade de explorar, de conhecer, de experimentar novos desafios, de partir à aventura com novos amigos e até eventualmente descobrir a sua vocação.

Equipa CLÍNICA DA EDUCAÇÃO

www.clinicadaeducacao.com

Av. 5 de Outubro 151 6ºA. Lisboa

terça-feira, 20 de julho de 2010

simplesmente imagine

Imagine... uma lendária música de uma voz inconfundível e memorável.

Mas por alguma razão esta versão fez-me mais sentido. Não esquecerei o ritmo com que este coro me fez arrepiar.


video

terça-feira, 13 de julho de 2010

Estou um pensador mais pobre...


Desde ontem que estou mais pobre. Deixei de poder contar com uma rádio que, para além de me divertir e informar, me fazia pensar.
Eram vários os programas que ouvia com agrado durante as minhas inumeras viágens diárias a várias alturas do dia.
Os timbres já eram familiares e reconhecia facilmente o Aurélio, a Teresa, o Fernando e muitos outros.
Espero que seja possível retomar o projecto que espero não vivenciar o seu luto, mas sim uma pequena ausência.
Um abraço ao pessoal do Rádio Clube Português.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Você sabia?




Aqui fica um outro video que nos faz pensar. Estamos a vivenciar uma mudança global extremamente rápida.

O mundo tende a tornar-se plano.

Veja, certamente que o irá colocar a reflectir sobre muita coisa...